Ghost in the Shell pode ter prejuízo de US$60 Milhões, mas por quê?

quinta-feira, 6 de abril de 2017


O presidente da Paramount Pictures tentou jogar a maior parte da culpa do fracasso de Ghost in the Shell na controvérsia do whitewashing, termo em inglês para “embranquecimento”, trata-se do ato de escalar atores estadunidenses brancos para papéis originalmente ocupados por personagens de outras etnias, mas será que isso é verdade?

O fato é: a Paramount gastou mais de US$250 milhões com a produção do filme, propaganda e outros gastos, e até agora só arrecadou US$19 milhões na América do Norte e US$62 milhões no resto do mundo. Mas o quanto o whitewashing pode ter influenciado no previsível fracasso do filme?

Sem me estender muito, como disse um dos financiadores do filme:

This is the amount of money you spend on a sequel, not an obscure piece of IP that only a few fanboys know about! Maybe you spend $35M or $40M on this and make a stylized art house film.”

“Essa é a quantia de dinheiro que você gasta com uma sequência, não com uma peça obscura de IP (propriedade intelectual) que apenas alguns poucos fanboys conhecem! Talvez você gaste US$35M ou US$40M nisso e faça um filme mais artístico.”

É claro que, além disso houveram outros fatores que levaram ao fracasso de bilheterias, como o fato de o filme trazer uma imagem de Jornada de Herói, ao invés de um conto sombrio. Trazer um filme que tem como tema assuntos que, aparentemente já foram muito explorados no cinema, baseado em um anime com uma fanbase relativamente pequena e esperar que o filme arrecade US$250 Milhões é um pouco demais, não acham?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente o que quiser, converse!!! Curta nossa página no facebook e receba os melhores posts na sua timeline!